admin

Author Archive
Onde está sua torcida

Onde está a sua torcida

Sempre que a gente começa um novo projeto na vida, de alguma forma, a gente busca pelo apoio de uma torcida, não dá pra negar. A gente espera que nossa família e amigos queridos nos apoiem, nos incentive, comemorem conosco, enfim, que nos dê aquele famoso “apoio moral”. Mas, e quando a gente não pode […]

Read More
Um egoísta no meio da multidão

Um egoísta no meio da multidão

Nunca tive dúvidas que como seres humanos nascemos para interagirmos uns com os outros. Afinal, seria um tremendo desperdício do Universo criar um espaço infinito e jogar todos nós pra vivermos num “minúsculo” planeta. Acredito que, inconscientemente, todos nós sabemos disso, e por isso temos tanta necessidade de sermos aceitos, seja em nossa família, sociedade […]

Read More
Como aprendi o valor do desapego emocional

Como aprendi o valor do desapego emocional

De vez em quando eu ainda me pego tentando ignorar sentimentos que me fazem mal, mesmo sabendo que eles continuarão ativos atrapalhando minha vida. E essa semana, após uma sessão de journaling percebi a diferença causada por ter feito, conscientemente, um desapego emocional. Entendo que temos uma dificuldade enorme de se desapegar seja do que […]

Read More
Eu me rendo ao Comfort Food

Eu me rendo ao Comfort Food

Hoje quando penso sobre comida, me pergunto por que passei tanto tempo fazendo dietas, estudando e praticando tantos tipos de sistemas alimentares (vegetariano, paleo, low carb etc) e nutricionais se para mim – Glau Gimenes – o único tipo de comida que me interessa é o Comfort Food. Comfort Food é aquele tipo de comida […]

Read More
A mudança só acontece para quem está disposto a mudar

A mudança só acontece para quem está disposto a mudar

A mudança só acontece para quem está disposto a mudar. Parece óbvio, não é? Mas nada está mais longe de ser verdade do que essa afirmação. Somos tão apegados às nossas crenças e hábitos que desejamos o impossível: queremos que o mundo mude para se adequar ao que desejamos porém sem mudar quem somos. Para […]

Read More
Dolce far niente o prazer de fazer nada

Dolce far niente – o prazer de fazer nada

Conheci a expressão italiana Dolce far niente quando assisti ao filme “Comer, rezar, amar” e fiquei encantada com seu significado! Ela se refere aqueles momentos em que a gente faz absolutamente nada e curte não fazer nada. Para os italianos os norte-americanos – e nós brasileiros que imitamos os norte-americanos em tudo – não sabem […]

Read More
5 filmes para motivar um recomeço

5 filmes para motivar um recomeço

Sempre que estamos diante de algum acontecimento que abala nossa estrutura emocional como a perda de alguém querido, o fim de um relacionamento, a notícia de uma doença supostamente incurável ou qualquer coisa do tipo estamos, na verdade, diante de uma possibilidade de um recomeço, de repensar a vida, de escolher entre ficar amaldiçoando a […]

Read More
A mestria de si mesmo é um caminho com muitos mestres

A mestria de si mesmo é um caminho com muitos mestres

Apesar de já ter sido viciada em conhecimento, nunca aceitei a ideia de ter um mestre. Sempre achei essa dinâmica – mestre X discípulo – um tanto limitada demais para mim. Porém, desde muito cedo comecei minha busca solitária por minha mestria, e tive acesso ao material de diversos líderes, espirituais, filosóficos, ou mesmo pesquisadores […]

Read More
Seu nível de consciência reflete seu estilo de vida

Seu nível de consciência reflete seu estilo de vida

Eu não tenho a menor dúvida que todo mundo, sem nenhuma excessão, pode ser feliz, ter toda a fortuna, amor e milagres que desejar. Mas também, tenho a mais absoluta certeza que cada um tem seu tempo para alcançar a consciência necessária para isso. Veja que aqui não me refiro a inteligência, pois da forma […]

Read More
Gostar de solidão é gostar da própria companhia

Gostar de solidão é gostar da própria companhia

Durante muito tempo eu não gostava de ficar ou fazer nada sozinha, e meus momentos de solidão eram de sofrimento e angústia. Eu acreditava que eu sofria porque estava sozinha e, sinceramente, esse sentimento continuava mesmo quando tinha alguém por perto. Depois de muita “luta contra” a solidão, me rendi a ela e finalmente aprendi […]

Read More